Entre os dias 15 a 18 de setembro ocorreu no município de Pirenópolis o 7° festival internacional de cinema e alimentação – Slow Filme. O evento, enfatiza seu esforço em olhar para o futuro, sem perder as raízes do passado. Nos quatro dias de festival foram exibidos 24 filmes, entre curtas e longas-metragens, produzidos em 20 diferentes países que tem em comum a proposta de recuperar tradições, adaptando-as para o mundo do século XXI.

O OBHA acompanhou a programação do evento, destacamos o filme da professora Sônia Mendonça Menezes, da Universidade Federal do Sergipe, com o curta “Guardiãs do Queijo Coalho no sertão”.

O Slow Filme é realizado pela Objeto Sim Projetos Culturais e pelo Instituto Pireneus, com curadoria do cineastra e crítico Sérgio Moriconi. Esta edição foi dedicada à promotora de justiça Juliana Santilli, por suas grandes contribuições ao trabalho da biodiversidade alimentar.

Na sessão + água no feijão compartilhamos notícias, conteúdos, eventos e outras matérias produzidas por entidades, organizações e/ou pessoas pertinentes às temáticas trabalhadas no OBHA.