Matéria publicada no dia 21/08 no site do CONSEA

Conhecer a experiência do governo e da sociedade civil brasileira na estruturação e desenvolvimento de políticas de segurança alimentar e nutricional. Com esse objetivo, uma equipe do Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional (Setsan) de Moçambique está no Brasil em missão de cooperação técnica entre os dois países.

Em Brasília, na visita ao Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), os representantes do Setsan participaram da plenária do conselho, em 16 de agosto, onde tiveram a oportunidade de conversar com os conselheiros representantes da sociedade civil no órgão.

A equipe esteve presente também no evento que celebrou os 11 anos da Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan), realizado no dia 15 de setembro, no Congresso Nacional.

Para Edna Possolo, secretária-executiva do Setsan, a missão permitirá a Moçambique sair do campo teórico e levar para a prática a experiência de algumas políticas públicas já implantadas no Brasil.

“A ideia da parceria é verificar os principais avanços alcançados para que possamos criar um conselho nacional de segurança alimentar e nutricional”, explica ela. “Queremos adaptar ao contexto de Moçambique as experiências de sucesso que aprendemos no Brasil”.

Troca de experiências

De 17 de junho a 2 de julho deste ano, equipe da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) visitou Moçambique, representando o Ministério da Saúde brasileiro.

A missão foi realizada a convite da Agência Brasileira de Cooperação com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e faz parte do projeto de cooperação técnica de segurança alimentar e nutricional entre os dois países.

Também participaram da missão representantes da Agência de Cooperação Brasileira (ABC/MRE), Observatório Brasileiro de Hábitos Alimentares (OBHA) da Fiocruz/Brasília, Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP)/Fiocruz-RJ, Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris)/Fiocruz-RJ, Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) e Conselho Nacional de Segurança Alimentar e nutricional (Consea).

Estagiário Nathan Victor, sob supervisão de Francicarlos Diniz