Nutricionista compartilha suas aprendizagens no caminho de formação como pesquisadora durante evento de iniciação científica realizado na Fiocruz Brasília

A 8ª Reunião Anual de Iniciação Científica (RAIC) da Fiocruz Brasília realizada no dia 11 de junho contou na sua programação com a participação da trabalhadora voluntária, Lorrany Rodrigues, do Projeto Biografia Alimentar de Mulheres Obesas do Programa de Alimentação e Cultura (PALIN) da Fiocruz Brasília. A recém-formada em nutrição pela UniCEUB, chegou na Fiocruz em 2017 por meio da sua professora de Nutrição em Saúde Pública e agora, além de trabalhar em uma das linhas de pesquisa do OBHA, foi aprovada como aluna do Curso de Especialização em Saúde Coletiva da Escola Federal de Governo da Fiocruz Brasília.

A nutricionista Lorrany foi uma das convidadas a participar da atividade de abertura da RAIC com a Roda de Conversa: “Relatos de Experiência Sobre Iniciação Científica nos Programas da Fiocruz Brasília”. Ao contar sua experiência com entusiasmo, ela diz que apesar do curso de nutrição ter lhe oferecido uma boa formação, amizade com excelentes professores e possibilidade de aproximação com a pesquisa, só participando da pesquisa como uma das entrevistadoras de mulheres obesas que conseguiu compreender e sentir na pele a responsabilidade de ser uma pesquisadora. “Percebi que estou fazendo pesquisa para pessoas, vi o humano, vi a pessoa e não só o projeto e o artigo que tenho que escrever”. Lorrany, com semblante feliz, fez questão de pontuar que quando chegou no Palin achava que sabia da responsabilidade e compromisso que deveria ter ao realizar pesquisas com humanos, mas no fundo só descobriu fazendo e escutando o relato de vida de várias mulheres obesas.

A RAIC que Lorrany participou, acontece há oito anos e tem como objetivo evidenciar o papel da pesquisa e iniciação científica na formação acadêmica e social e avalia o desenvolvimento dos projetos de bolsistas de iniciação científica vigentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) entre a Fiocruz e o Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica (CNPq). A coordenação da RAIC é das pesquisadoras da Fiocruz Brasília, Érica Tatiana da Silva e Flávia Elias, responsável pela Coordenação de Programas e Projetos da Fiocruz Brasília.

Na sessão + água no feijão compartilhamos notícias, conteúdos, eventos e outras matérias produzidas por entidades, organizações e/ou pessoas pertinentes às temáticas trabalhadas no OBHA.