COVID 19- APRENDIZAGENS E SOLIDARIEDADE PARA A PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO ADEQUADA E SAUDÁVEL

A humanidade vive um de seus maiores dilemas em que a principal recomendação profilática para evitar o contagio do COVID-19 é o distanciamento social. O que faz que nos indaguemos como seres vivos deste planeta o que temos que aprender com esta experiência?
Temos diante de nós o exercício de fazer escolhas do que queremos ser durante e após esta pandemia. Várias reflexões ocupam nossos dias, onde medo e esperança se associam e podem contribuir para a busca de aprendizados e crescimento.
A Fundação Oswaldo Cruz em todo país tem estimulado todo seus pesquisadores e unidades a atuar. O Observatório Brasileiro de Hábitos Alimentares também se inseriu neste processo, e tem como perspectiva é afirmar as políticas e ações públicas como as principais estratégias de superação deste problema. Como a importância da Política de Segurança Alimentar e Nutricional, a Política Nacional de Alimentação e Nutrição, o Guia Alimentar da População Brasileira, e do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, dentre outros.
O Observatório Brasileiro de Hábitos inicia a partir de hoje a elaboração de informativos com o propósito de compartilhar reflexões sobre este momento com o propósito de afirmar, construir e reconstruir ações de promoção a alimentação adequada e saudável para durante e após a pandemia do COVID-19.
Esperamos contribuir solidariamente como instrumento de ciência cidadã que promovam o Bem Viver das pessoas e do Planeta.