OBHA lança revista sobre “Segurança Alimentar em tempos de COVID-19”

Os pesquisadores, técnicos e alunos do Observatório Brasileiro de Hábitos Alimentares têm o prazer de inaugurar a linha editorial denominada de “Cadernos do OBHA”, com o propósito de afirmar seu papel como instrumento de ciência cidadã para a divulgação de informações e o objetivo de divulgar temas sobre escolhas, práticas e hábitos alimentares, além de sua relação com diversas dimensões do conhecimento científico e popular.

Nesta edição inaugural, o tema é “ Segurança Alimentar e Nutricional: antes, durante e pós pandemia COVID-19” que, em conjunto com outros atributos sociais apontam a pandemia COVID-19 como alegoria da desigualdade social historicamente presente e ainda crescente na sociedade brasileira. O tema desta edição abordará, também, o agravamento do impacto da pandemia sobre a SAN acarretado pela dissolução da governança em SAN no país, sobretudo depois da extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional em Janeiro de 2019 e a extinção ou, redução das políticas de enfrentamento da pobreza e da fome a partir deste mesmo ano.

Clique na capa para acessar a revista na íntegra: Cadernos OBHA – volume 1, julho de 2020

Nos artigos e entrevistas publicados a preocupação com as conseqüências deste momento sobre a situação alimentar e nutricional dos segmentos mais pobres do Brasil, justifica-se dadas as ameaças inequívocas que recaem sobre o processo virtuoso de implementação de Políticas Públicas de SAN e de estratégias governamentais para a geração de emprego e renda, que tornaram o Brasil referência internacional. Nos conteúdos destaca também, a carência no contexto da Pandemia do COVID-19 de ações emergenciais e estruturantes para o enfrentamento da fome e suas consequências nas populações sob maior risco social, como os povos indígenas e outros de vulnerabilidade semelhante. Embora, tentativas emblemáticas como descritas no artigo sobre a experiência da Prefeitura de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais, sejam expressão da importância do fortalecimento da governança pública em SAN, sobretudo, como estratégia de resistência à dissolução deste processo na esfera federal, seus autores também apontam os inúmeros desafios que se apresentam para o antes, agora e o depois da Pandemia COVID-19.

A expressão literária e poética compõe esta edição e traz representações da fome na pandemia da gripe espanhola no início do século XX e no ensaio sobre a fome da crônica do livro de Carolina de Jesus sobre “O quarto de despejo”.

Esperamos que a leitura desta edição nos ajude a refletir a Pandemia COVID-19 e sua relação com a Segurança Alimentar e Nutricional como já dito, uma alegoria da desigualdade social no Brasil.

Denise Oliveira e Silva
Ana Maria Segall Correa
Editoras